Central de Reservas: 0800 70 75 292
PT EN Acompanhe-nos
nas redes sociais
Acesso restrito.

BLOG

Caminho do Itupava: conheça a trilha que conta a história do Paraná

Ela fica em Campina Grande do Sul, perto do Plaza Ecoresort Capivari

Para quem é fã de aventura ou pratica grandes caminhadas precisa conhecer o Caminho do Itupava que, desde o início do século XVII, serve de ligação entre o litoral e o planalto curitibano. Ela fica em Campina Grande do Sul, perto do Plaza Ecoresort Capivari.

Caminho do Itupava

Quando foi criado, o caminho era utilizado por caçadores de índios, garimpeiros de ouro e povoadores dos campos de Curitiba que aproveitavam as trilhas indígenas para conectar a capital ao litoral. Por quase 250 anos, o Caminho do Itupava foi a principal via de comunicação entre os dois locais – foi somente em 1873, com a abertura da estrada da Graciosa e 12 anos depois, com a efetivação da Estrada de Ferro Paranaguá – Curitiba, que o caminho caiu em desuso.

A extensão original do trecho tinha aproximadamente 55 quilômetros – o caminho partia do Largo Bittencourt – onde hoje está o Círculo Militar do Paraná, passando pela Borda do Campo, em Quatro Barras, atravessando a Serra do Mar, até chegar em Porto de Cima, em Morretes. As tropas desciam o caminho carregadas de erva-mate, fumo, carne seca, couros e cereais. Hoje o percurso tem cerca de 16 km, e leva aproximadamente 6h30 – sem contar as paradas para descanso ou para fazer um lanche, de acordo com o Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Durante o caminho você passa por trechos calçados com pedras, cruza o trilho do trem, passa pelo meio da mata da serra do mar e desce durante quase todo o tempo. Prepare seus joelhos. Entre os principais atrativos estão a Casa do Ipiranga, a Roda D’Água e o Santuário do Cadeado – além da flora e fauna da Mata Atlântica. Durante o trajeto é possível avistar mais de 300 espécies de pássaros, além de passar por pontes, passagens pelo meio do rio e em meio à Mata Atlântica preservada. Quase todo o percurso é pavimentado e as pedras foram colocadas por escravos entre 1625 e 1654 – mas, oficialmente, o calçamento é atribuído aos padres jesuítas.

Caminho do Itupava

 

Dicas:

– O tempo de caminhada é longo. Avalie se você está em condições físicas para este percurso.

– Se o tempo estiver nublado e chuvoso, repense seu dia, pois a maior parte do trajeto fica encoberta. As primeiras horas da manhã são ideais para começar a caminhada.

– Lembre-se de usar roupas leves, calçados adequados e se manter hidratado.

Fonte: clube.gazetadopovo.com.br/ mochilatrips.com


Comentários



Newsletter background

Receba nossas novidades

2020-09-29 01:00:35 - 1601341235
Já foi!