Central de Reservas: 0800 70 75 292
Acompanhe-nos
nas redes sociais

BLOG

Clássicos da gastronomia de Porto Alegre

Veja algumas de nossas dicas para refeições ou sobremesas deliciosas em Porto Alegre

Para você que vem acompanhando as nossas dicas sobre o que fazer em Porto Alegre, hoje vamos falar sobre alguns clássicos da gastronomia espalhados por diferentes regiões da cidade. Se estiver hospedado conosco, aqui no Plaza São Rafael Hotel, programe-se e tente conhecer alguns deles. Confira:

 

Sushi na Japesca do Mercado Público – e outros pontos da cidade

Há mais de quatro décadas a Japesca faz parte da história dos gaúchos. Hoje ela atua em todas as áreas do mercado de pescados, começando pela indústria – onde o produto é armazenado e manipulado – até chegar aos restaurantes e peixaria da marca. A Japesca se tornou referência no comércio de peixes e frutos do mar, graças ao trabalho árduo do patriarca da família, João Lopes da Cunha, que começou o negócio em 1970. Hoje você encontra lojas espalhadas por diferentes pontos da Capital e Região Metropolitana, com opções para todos os bolsos. O local mais tradicional para comer um sushi é no Mercado Público, onde você também pode aproveitar para conhecer a peixaria.

 Clássicos da gastronomia

Restaurante Gambrinus Mercado Público

Aberto em 1889, é o restaurante mais antigo da capital gaúcha. Em 2019 completa 130 anos de atividade: um clássico, e o mais tradicional do Mercado Público. O local é especialista em servir pratos de frutos do mar e comida portuguesa. Especialidades como tainha recheada com camarão, filé de congro e linguado ao molho de camarão, filé de salmão com alcaparras e champignon, bolinhos de bacalhau e petiscos variados, além de pratos típicos regionais com filés de carne são muito pedidos e apreciados pelos fregueses.

Clássicos da gastronomia

 

Salada de frutas com nata na Banca 40, Mercado Público e Padre Chagas

A Banca 40 teve sua história construída em paralelo à do Mercado Público. Há mais de 90 anos, o padeiro português Manuel Maria Martins, dono de uma chácara em Guaíba, comprou uma fruteira no Mercado e passou a vender a própria produção. No verão, ele começou a fazer salada de frutas com sorvete batido à mão, de forma artesanal. Desde então, a banca passou a ser conhecida pelos sorvetes e pela salada de frutas – até 1945. Nesse ano, refugiados da II Guerra Mundial instalaram-se em Porto Alegre e passaram a frequentar o Mercado. Quando iam ao estabelecimento do “seu Manuel”, pediam para acrescentar nata aos produtos. Como os pedidos eram reincidentes, a iguaria passou a fazer parte do cardápio. Surgiu a Bomba Royal, até hoje o produto mais lembrado. São três sabores de sorvete, frutas e, claro, nata. Hoje a Banca 40 possui outra sede, que fica na rua Padre Chagas, no coração do bairro Moinhos de Vento.

Clássicos da gastronomia

 

Trufas deliciosas da Confeitaria Max

Produzidas artesanalmente, as trufas são consideradas o ouro negro do mundo do chocolate. Sua origem é na Áustria, no fim do século XIX, e teria ocorrido por um erro do Chef Patissier da Corte, que preparava uma sobremesa para um príncipe russo e acabou criando um dos bombons mais sofisticados do mundo. Seu nome se dá pelo formato semelhante ao fungo túbere, ou simplesmente Trufa, que na coloração branca é um requinte para a culinária. Na confeitaria Max o processo todo é uma delícia. As trufas são produzidas com todo cuidado e qualidade característicos do local. Uma bela e deliciosa opção de sobremesa em diversos sabores: chocolate ao leite, brigadeiro, passas ao rum, mocca e champagne. Ficou com água na boca? Faça um passeio pelo bairro Auxiliadora e aproveite para fazer uma pausa na Confeitaria.

 

E aí? Estes são apenas mais alguns clássicos de Porto Alegre. Organize a sua agenda e não deixe de conhecê-los quando estiver pela Capital.


Comentários



Newsletter background

Receba nossas novidades