Central de Reservas: 0800 70 75 292
PT EN Acompanhe-nos
nas redes sociais

BLOG

Conheça a história do Frei Hugolino Beck

 Frei Hugolino tinha o dom de curar pessoas através da imposição das mãos

Santo Amaro da Imperatriz, onde está localizado o Plaza Caldas da Imperatriz Resort & SPA, é cheia de personagens e história. Um deles é o Frei Hugolino Beck que, para fundamentar o dom que possuía: curar pessoas através da imposição das mãos, apoiou-se no evangelho e na ciência. Frei Hugolino foi porteiro do colégio Santo Antônio – atual Colégio Bom Jesus, na cidade de Blumenau. O Frei dedicou a vida para pesquisa e para o trabalho voluntário.

 

Saiba mais sobre sua história

 

Ele nasceu em 1926, com o nome de Evaldo Back. Em sua casa só se falava alemão. Não frequentou a escola quando criança e foi um adolescente analfabeto, que não sabia falar muito bem o português. Ele mesmo fazia esse depoimento em suas palestras, para justificar a qualidade de sua caligrafia e a pouca intimidade com o português escrito. Tornou-se o Frei Hugolino Back quando deu prosseguimento aos seus estudos religiosos dentro da Ordem Franciscana, na qual ingressou no ano de 1943, na cidade de Rio Negro – Paraná. 

Em 1960 ele foi transferido para o Seminário de Guaratinguetá – SP, onde ficou por 11 anos. Em 1971 foi transferido para o Santo Antônio –  Rio de Janeiro, onde permaneceu por 5 anos e meio.

Durante alguns anos, morou na Alemanha. Lá, passou a atender pessoas doentes, assim como também havia feito em Blumenau. Recebia gorjetas pelas curas realizadas e enviava o dinheiro para as missões franciscanas no Brasil, sob os cuidados de seu superior. Depois de 3 anos, resolveu voltar para a casa e depositou todo o dinheiro que havia juntado no cofre da Província. O envelope com marcos alemães foi guardado intacto, sem que soubesse a quantia acumulada. Depois de um tempo, surgiu a oportunidade de comprar o Conventinho do Espírito Santo, localizado em Santo Amaro da Imperatriz. Foi então que os trabalhos do Frei Hugolino ficaram conhecidos nacionalmente.

Este foi o espaço escolhido pelo frei para exercer o seu Apostolado da Saúde e Cura, através da imposição das mãos. Frei Hugolino contava essas passagens em seus cursos. Diariamente, centenas de pessoas procuravam o local para buscar alívio aos seus males ou de um de seus familiares. Sua dedicação foi exclusiva às pessoas, sem entrar em conflitos com colegas ou com outras pessoas que não concordavam com sua prática, evitando confusões e polêmicas. Em muitos momentos afirmou que seguia sua intuição.

Frei Hugolino também fazia curas a distância, pois entendia que a energia mental não conhece limites e nem barreiras. Também atendia, em determinada hora, via telefone. Ficou doente e passou a morar em um quartinho junto à Igreja Matriz de Santo Amaro da Imperatriz. Vivia de maneira muito humilde – seu quarto possuía uma cama de mola e um criado mudo, como aqueles retratados em uma obra clássica. Ele faleceu em 2011, aos 84 anos, por conta de um câncer.

Aproveite para conhecer este local cheio de boas histórias e reserve sua estadia conosco.


Comentários



Newsletter background

Receba nossas novidades