Central de Reservas: 0800 70 75 292
PT EN Acompanhe-nos
nas redes sociais
Acesso restrito.
Nº de quartos
1
Quarto
Adultos
1
Crianças 0 aos 12 anos
1
Criança
Reservar

BLOG

Conheça as correntes de ar quente no Morro Queimado em Santo Amaro da Imperatriz

Morro Queimado em Santo Amaro da Imperatriz

Considerado o melhor ponto para voos de parapente da Grande Florianópolis (SC), o Morro Queimado proporciona voos de aproximadamente uma hora de duração. Também conhecido como Morro Ventura, ou Morro das Águias Deltas, é sede de etapas do campeonato catarinense da modalidade. A constante evaporação das águas termais da região favorece correntes de ar quente, condição boa para voos de longa duração. A subida até os mais de 600 metros de altura é, em sua maior parte, em chão batido e exige prática do motorista em terrenos acidentados. Uma pequena parte do trajeto (a mais crítica) possui calçamento para maior segurança. Praticantes de mountain bike também usam o morro para fazer down hill. A estrada de acesso fica na localidade de Sul do Rio, a quatro quilômetros da BR 282.

Melhores condições para o Voo
A melhor época do ano para se praticar o voo livre na Ilha são os meses entre novembro e abril, quando os ventos sopram, com mais constância e intensidade, dos quadrantes Nordeste, Leste, Sudeste e Sul. Para os que buscam o voo o ano inteiro, a opção mais acessível é a Rampa do Morro do Queimado.

O Voo Livre
O Voo Livre é uma das modalidades de esporte de aventura praticadas no ar, onde o praticante (piloto) utiliza o vento e as correntes de ar ascendentes para manter ou ganhar altitude, realizar manobras e voos de curta ou longa duração. Basicamente, existem dois tipos de equipamento para a prática: a Asa Delta e o Parapente (ou Paraglider).
História do Voo Livre em Florianópolis
No Brasil, o voo livre teve início quando, em 1974, o piloto francês Stephan Segonzac decolou do alto do morro do Corcovado, no Rio de Janeiro, com sua asa delta. Ainda em 1974, Luiz Cláudio Mattos, decolando da Pedra da Gávea, foi o primeiro brasileiro a realizar um voo de asa delta. Em Floripa, já no início dos anos 80, um dos primeiros voadores foi Rogério Ribeiro. Somente na década de 80 é que surgem os primeiros praticantes do Parapente no Brasil. Em Florianópolis, um dos precursores desta modalidade foi o gaúcho Carlos Alberto Dal Molin Silva, o Alemão, que trouxe o primeiro equipamento da Europa em 1991.


Comentários



Newsletter background

Receba nossas novidades

2022-07-02 01:57:27 - 1656727047
Já foi!