Central de Reservas: 0800 70 75 292
PT EN Acompanhe-nos
nas redes sociais

BLOG

Porto Verão Alegre: o tradicional festival da capital

Cultura e felicidade estão entre os sentimentos transmitidos pelo festival e motivo de orgulho de seus idealizadores

Tão tradicional quanto o Pôr do Sol, a Redenção e o churrasco, é o Porto Verão Alegre. Em duas décadas, a evento cultural, que surgiu de uma pequena ideia, se transformou em uma tradição na vida de muitos gaúchos. E agora, tem orgulho de perceber que ele se transformou naquilo que sempre lutou para promover: cultura e felicidade.

Saiba mais sobre sua história:

Em 1999, durante um almoço na Lancheria do Parque (estabelecimento bem tradicional em Porto Alegre), os idealizadores do Porto Verão tiveram a ideia de juntar a divulgação e a venda de ingressos das peças de teatro em cartaz. A capital não possuía muitas atrações e os espetáculos, separados, também não tinham muita força. Foi então que o Porto Verão surgiu, com o intuito inicial de atuar como uma plataforma que une a classe artística de Porto Alegre, sob o único objetivo de fomentar a cultura.

Em sua 1ª edição, havia apenas 6 espetáculos. Mesmo assim, já no primeiro ano conseguiu levar 12 mil espectadores para os teatros. No verão seguinte, o festival praticamente triplicou de tamanho. O dobro de salas de teatro teve que ser usada, e mais de 15 espetáculos novos ajudaram a levar 25 mil espectadores a fazer parte do festival.

A cada edição o sucesso aumentava. Em 2004, com a estreia dos Homens de Perto, o festival tomou novas proporções. Naquele ano, foram 61 peças, que levaram mais de 40 mil espectadores. Naquele ano, a programação também variou um pouco e incluiu alguns números musicais e sessões de debates. A novidade agradou, e, desde então, o Porto Verão passa a oferecer um cardápio cultural cada vez mais variado. Em 2007 o festival já era um dos maiores da categoria. Com o aumento de peças infantis e a criação das Segundas Literárias, a 7ª edição do Porto Verão contou com 316 apresentações, 51 dias e 23 espaços. Foi também nesse ano que Jair Kobe criou e estreou o personagem mais popular de todo o Rio Grande do Sul: o Guri de Uruguaiana.

O festival, desde então, tem mantido seu sucesso, sempre experimentando diferentes atrações e dando espaço para que novos grupos sejam beneficiados. Entre 2007 e 2012, artistas que viriam a se tornar grandes nomes do teatro gaúcho eram descobertos quase anualmente. Entre eles Cris Pereira, Inimigas Íntimas e Kronnus.

Em 2014, o Porto Verão focou em expandir uma de suas categorias de maior sucesso: O Stand Up Comedy. O comediante Nando Viana estreou seu novo stand up e se juntou a outros dois novos shows: Lucas Krug e Rindo Afú. O Pretinho Básico também estreou, nesse ano, seu primeiro espetáculo no festival. Em 2015, pela primeira vez o Porto Verão financia uma peça inédita: uma montagem de Romeu e Julieta, dirigida pelo aclamado diretor Néstor Monastério. Essa tradição se estenderia para os anos seguintes. Além disso, em 2017 o Porto Verão trouxe a acessibilidade ao festival: sessões com tradução para libras e audiodescrição são encontradas no meio de toda a programação, que continua extremamente diversificada, contando com espetáculos tradicionais, infantis, e que permeiam entre mágica, dança, música e teatro de bonecos.

Com duas décadas de história, são muitos os espectadores que já participaram dessa festa. E é por isso que agora, em sua edição histórica de 20 anos, o Porto Verão Alegre pode afirmar: Cultura transforma. Para melhor!

Para conferir a programação completa, clique

 

Vai ficar hospedado no Plaza São Rafael? Seu ingresso para atrações culturais em Porto Alegre vale até 30% de desconto nas diárias. Além disso, você também pode aproveitar o desconto especial na compra de ingressos para alguns espetáculos, confira AQUI

Aproveite! Escolha os espetáculos que mais lhe agradam, garanta seu ingresso e sua hospedagem


Comentários



Newsletter background

Receba nossas novidades