Central de Reservas: 0800 70 75 292
PT EN Acompanhe-nos
nas redes sociais
Acesso restrito.

BLOG

Sebrae e Ministério do Turismo anunciam investimentos em rotas estratégicas de turismo

Rotas estratégicas de turismo

O Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Ministério do Turismo (MTur) e Embratur firmaram parceria para promover o Investe Turismo – Parcerias para transformar destinos. O programa é uma iniciativa de convergência de ações e investimentos para acelerar o desenvolvimento, gerar empregos e aumentar a qualidade e competitividade de 30 rotas turísticas estratégicas do Brasil. Ao Sebrae coube a capacitação e incentivo ao empreendedorismo dos pequenos negócios do setor. O programa está estruturado em quatro linhas, que são: o fortalecimento da governança; melhoria dos serviços e atrativos turísticos; marketing turístico e apoio à comercialização e atração de investimentos; e facilitação do acesso a serviços financeiros.

 

Segundo o presidente do Sebrae, Carlos Melles, a parceria com o Ministério do Turismo e a Embratur vai proporcionar resultados importantes para os pequenos negócios. “Temos um grande potencial turístico no Brasil. E, nesse contexto, o Sebrae entra com a sua competência, o fomento ao empreendedorismo. Vamos qualificar e utilizar toda a nossa rede, pontos de atendimento, consultores, plataformas de atendimento para operacionalizar o Investe Turismo. Neste momento, o empreendedorismo e o turismo representam geração de emprego e renda no nosso país”, afirmou Melles.

 

O Sebrae vai investir R$ 200 milhões no programa, segundo o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. “A instituição terá uma missão importante que é organizar os quatro eixos, com foco especial nas micro e pequenas empresas, na qualificação e capacitação e nas estratégias de marketing”, afirmou o ministro. “Um dos pontos mais importantes, é que em cada rota, o Sebrae verificará a viabilidade de investimentos para a melhoria da infraestrutura”, acrescentou o ministro.

 

O Marcelo Álvaro ressaltou ainda que, pela primeira vez, foi possível montar um plano estratégico desta natureza entre os órgãos do governo federal e o Sebrae. O Investe Turismo também envolverá as secretarias de Turismo dos estados e municípios e um primeiro encontro já está marcado para acontecer em João Pessoa, no dia 3 de junho. Na sequência, evento semelhante vai acontecer em Fortaleza, no dia 7 junho. Além disso, foi criado um comitê de gestão nacional e outros serão implantados regionalmente, sob a coordenação do Sebrae e dos órgãos ligados ao setor. “Este segmento já é considerado de alta prioridade para o governo”, observou o presidente da Embratur, Gilson Machado Guimarães Neto, ao descrever o potencial turístico do país. “É um setor que temos de tratar como uma política de Estado”, acrescentou.

Rotas estratégicas

 

30 rotas estratégicas

 

Serão desenvolvidas ações nas 30 rotas estratégicas, atingindo 158 municípios, sendo quatro no Centro-Oeste, sete no Norte, 10 no Nordeste, cinco no Sudeste e quatro no Sul do país. Todos eles contam com patrimônios mundiais reconhecidos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). As rotas receberão, entre outras ações, seminários de orientações para órgãos públicos e privados sobre linhas de financiamento para o turismo, disponíveis no Prodetur+Turismo e Fungetur.

 

“Para o Sebrae é de grande relevância estar presente nesta parceria, pois já temos um histórico de parceria neste setor. Os pequenos negócios estão presentes de forma significativa no turismo gerando emprego e renda. O Sebrae investirá em ações sustentáveis, análises de mercados, estudos de viabilidade e educação empreendedora, para aumentar a competitividade e a representatividade nos mercados internacionais e nacionais”, explicou o diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick.

 

O programa irá disponibilizar também um portfólio de investimentos, que é o mapeamento de oportunidades de negócios e parcerias público-privadas e estudos de viabilidade econômica das oportunidades de negócios identificadas. O programa irá ajudar no fortalecimento da governança, com oficinas para integração e atuação conjunta da gestão pública com a iniciativa privada. O programa também vai facilitar a inserção produtiva de pequenos negócios relacionados ao turismo.


Comentários



Newsletter background

Receba nossas novidades