Central de Reservas: 0800 70 75 292
PT EN Acompanhe-nos
nas redes sociais
Acesso restrito.

BLOG

Que tal praticar a observação de aves?

De acordo com um estudo, pessoas que vivem em bairros com mais pássaros são menos propensas a sofrer de depressão, ansiedade e estresse

Quando estamos com um problema, ou distraídos, sem foco, o pensamento costuma ir longe. Cada pessoa tem sua maneira de buscar melhoria. Você sabia que a observação de aves pode ajudar? Há quem use esta atividade como terapia. O encantamento que as aves livres, selvagens, despertam no ser humano é especial. Não é apenas a beleza do canto, da plumagem, do comportamento, mas essa aproximação com a natureza. A conexão com o natural é algo que atrai. E as aves, por serem tantas e tantas espécies, chamativas, facilitam esse primeiro contato.

passarinhoterapia

De acordo com um estudo da Universidade de Exeter, no Reino Unido, pessoas que vivem em bairros com mais pássaros são menos propensas a sofrer de depressão, ansiedade e estresse. O estudo analisou a saúde mental em mais de 270 pessoas de diferentes idades, rendimentos e etnias, e chegou a conclusão de que as mais saudáveis mentalmente são as que vivem mais distantes dos grandes centros urbanos, com mais natureza em volta e animais, especificamente, os pássaros. É possível que baixo índice de depressão, ansiedade e estresse estejam associados ao número de aves que as pessoas veem durante à tarde. Apesar da baixa capacidade que a grande maioria das pessoas têm de identificar a espécie das aves, o que importa é que o simples canto dos pássaros pode fazer surgir nos seres humanos, imediatamente, uma sensação de paz e bem estar. É por isso que muitas pessoas que vivem nos grandes centros urbanos realmente tem uma sensação extremamente agradável quando viaja para o meio do mato e interage com a natureza. Acordar com o canto de um pássaro na janela é algo mágico.

passarinhoterapia

No Plaza Caldas da Imperatriz Resort & SPA são 10 hectares de jardins entre as montanhas da Serra do Tabuleiro e mais de 300 espécies de aves da região. É comum vê-las se alimentando, saltando, comendo, brigando, namorando, alimentando filhotes. Que tal viver essa experiência conosco? Faça sua reserva!

passarinhoterapia

Fonte: razoesparaacreditar.com/ Fonte: Revista Passarinhando


Comentários



Newsletter background

Receba nossas novidades