Central de Reservas: 0800 70 75 292
PT EN Acompanhe-nos
nas redes sociais
Acesso restrito.
Nº de quartos
1
Quarto
Adultos
1
Crianças 0 aos 12 anos
1
Criança
Reservar

BLOG

Pesquisa no Plaza Caldas da Imperatriz sobre Bioacústica da Mata Atlântica

Pesquisa  Bioacústica da Mata Atlântica foram apresentados em Congresso Internacional sobre o tema na Índia

Mais um importante estudo realizado na Mata do Plaza Caldas da Imperatriz ganha os olhares do mundo e, como sempre, é acompanhado de perto pelo biólogo do Resort, Fernando Bruggemann. Dentro do convênio que o Hotel mantém há mais de 25 anos com a UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), o acadêmico de Ciências Biológicas Tomás Honaiser Rostirolla vem desenvolvendo um projeto de pesquisa Bioacústica, pioneiro para a região, intitulado: ” Caracterização Preliminar da Paisagem Sonora de um Trecho de Mata Atlântica do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro”. Os resultados parciais do projeto foram apresentados no XXVI Congresso Internacional de Bioacústica em Haridwar, na Índia, no final de 2017.

 

O projeto/estudo está sendo conduzido em um trecho de Mata Atlântica, em regeneração, dentro do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro desde a primavera de 2016, e tem como objetivo a descrição da biodiversidade, seus padrões de comportamento e atividade e a disponibilização de um banco de referência de vocalizações das espécies presentes.

 

Bimestralmente são instalados quatro unidades de gravação autônoma para monitoramento da paisagem sonora e das espécies presentes. Através da análise das gravações estão sendo investigadas as espécies de aves, anuros, insetos e outros animais que produzem sons, assim como seus padrões de comportamento circadiano e sazonal. A técnica é pouco invasiva, de baixo custo de implantação e com alto grau de confiabilidade. O atual trabalho já está no final do segundo ano de monitoramento, com o reconhecimento de aproximadamente metade das espécies de aves e anuros encontrados na região do estudo, e será utilizado como base de referência para futuros estudos sobre a biodiversidade de espécies encontradas na Mata Atlântica, além de servir para comparação com outras regiões. Ainda que o estudo em si tenha a duração de 2 anos, pode ser facilmente estendido indefinidamente, tornando-se um dos primeiros pontos de monitoramento ecoacústico fixo do Brasil.


Comentários



Newsletter background

Receba nossas novidades

2024-04-14 01:08:40 - 1713056920
Já foi!