Central de Reservas: 0800 70 75 292
PT EN Acompanhe-nos
nas redes sociais
Acesso restrito.
Nº de quartos
1
Quarto
Adultos
1
Crianças 0 aos 12 anos
1
Criança
Reservar

BLOG

Plaza Caldas da Imperatriz recebe homenagem da Câmara Municipal de Vereadores

Homenagem da Câmara Municipal de Vereadores de Santo Amaro

A Gerente-Geral, Evelin Luderinghausen, recebeu da Câmara Municipal de Vereadores de Santo Amaro da Imperatriz um certificado de reconhecimento ao Plaza Caldas da Imperatriz pela contribuição ao desenvolvimento das termas, homenagem alusiva ao bicentenário da Fonte Caldas da Imperatriz.

 

Santo Amaro da Imperatriz, bem pertinho de Florianópolis, oferece prazeres especiais para quem vai lá. Tem floresta, tem pássaros, tem trilhas, tem belezas e tem conforto e alegria. Mais do que tudo isso tem águas poderosas. Águas que curam. Águas que rejuvenescem. Águas que fortalecem a vida da gente. São as águas termominerais, consideradas de grande qualidade e de grande força. São águas especiais e super respeitadas em todo o mundo. Todo o poder destas águas tem uma história.

A fonte Caldas da Imperatriz foi descoberta por caçadores no território de São José em 1813. Informado do fato, o governo da época resolveu enviar para aquele ponto um destacamento de milicianos, para dela tomar conta e encarregar-se de sua conservação. Privados da abundante caça que se encontrava na região, os moradores atacaram os milicianos em 1814, exterminando o destacamento.

 

A primeira manifestação oficial a respeito de Caldas da Imperatriz ocorreu com o pronunciamento do governador da Província de Santa Catarina publicado em 1818. Outra ação oficial foi o decreto do rei D. João VI em 1818, considerado a primeira lei de criação de uma Estância Termal no Brasil.

Câmara de Vereadores

Saiba mais da história:

 

Ao desembarcar no Brasil, em março de 1808, após uma longa viagem cruzando o Oceano Atlântico, a família real portuguesa trouxe, em sua bagagem, um propósito que transformaria definitivamente a então colônia brasileira, descoberta três séculos antes, que até aquele momento ainda não se reconhecia como Nação. O Brasil tinha uma população que beirava os três milhões de habitantes, mais da metade eram negros e índios, mal distribuídos em regiões praticamente isoladas umas das outras, com idiomas e costumes próprios. Excetuando o fato de todos estarem sob o poder de uma única coroa, não existia um sentimento de unidade, cidadania e identidade.

 

Dom João VI, através de seu empreendedorismo na criação de importantes instituições como o Arquivo Real, a Real Biblioteca, o Erário Régio e Jardim Botânico, começou a orquestrar um projeto civilizatório de país, introduzindo novos hábitos culturais e, com isso, modificando radicalmente o perfil colonial brasileiro. O país saía do ostracismo intelectual que lhe fora atribuído quando servia apenas como uma zona de exploração e extração de riquezas, para consolidar o poder monárquico no Novo Mundo. Nesse projeto civilizatório, uma das peças foi a criação de uma estância termal aos moldes do que existia em Portugal como as famosas Caldas da Rainha, frequentadas pela coroa Portuguesa desde antes do ano 1500. Assim, em 1818, no mesmo ano em que D. João VI cria o Museu Nacional no Rio de Janeiro, é também criado através de um Decreto Régio, a primeira estância termal do país em Santa Catarina, as Caldas do Cubatão, que seriam regidas pelo estatuto das Caldas da Rainha em Portugal.

 

Com o advento do Império Brasileiro e com a visita da Família Imperial Brasileira em 1845, as Caldas do Cubatão se tornaram as Caldas da Imperatriz, numa apologia clara ao balneário português de Caldas da Rainha. Hoje, no apogeu dos seus duzentos anos, o casarão ali construído para abrigar um Hospital Termal, continua atraindo pessoas de todas as partes do mundo em busca dos efeitos curativos de suas águas termais, consideradas uma das melhores do mundo em propriedades terapêuticas, motivo de orgulho para todos os brasileiros.

 

No dia 18 de março de 2018, Santo Amaro da Imperatriz, o Estado de Santa Catarina e todo o País celebram o bicentenário de sua mais antiga Estância Termal, as Caldas da Imperatriz, resgatando laços históricos com Caldas da Rainha em Portugal através da presença de autoridades daquele município português.


Comentários



Newsletter background

Receba nossas novidades

2021-10-17 22:10:49 - 1634508649
Já foi!